Browsing Category:Empreendedorismo

nova-empreitada

Crédito foto: Tassila Costa
Após o surgimento do novo Coronavírus, o mundo viveu em pleno século 21 uma pandemia nunca vista antes. Diversos setores da economia foram impactados e vários profissionais liberais tiveram que se reinventar. Quem acompanha o universo de festas já ouviu falar de Daieny Fasolo. Cerimonialista desde o ano de 2010 e com mais de 350 eventos, entre festas de 15 anos e casamentos organizados por ela, Daieny se reinventou e está atuando em nova profissão, junto com o marido Francisco Freitas, a assessoria de influenciadores. Ela especialista em organizar eventos e ele em tecnologia e conectividade, juntos estão assessorando diversas influenciadoras. “Foi uma ideia que surgiu ano passado e com o ocorrido em relação à pandemia e aos adiamentos de eventos, minha atual profissão se sobressaiu”, conta Daieny.

Para o sociólogo e CEO do Instituto Renoma, Fábio Gomes, o campo do trabalho tem agitado as redes sociais. Segundo pesquisa do Renoma, 72% dos internautas citaram o trabalho remoto ou seus congêneres (home office, trabalho a distância, trabalho em casa) em debates na internet.
“O universo virtual está cada vez mais interativo. Neste momento estamos atendendo influenciadoras que trabalham com maternidade, fitness, teen, moda e beleza e, gastronomia, etc. Eu e Francisco planejamos ações das mídias, fechamos contratos, participamos de produções e negociações, auxiliando-as no dia a dia em um segmento que precisa de suporte e gerenciamento”, explica Daieny. Entre as influenciadoras atendidas pelo casal estão Lara Taquette; Saly Pio; Ju Marculano; Emanuelle Praddo; Renata Brioschi; Nabila Furtado e Nicoly Sousa.

Fonte pesquisa: Revista Isto É

0 Comments
Share
arcelormittal-tubarao-anuncia-religamento-do-seu-segundo-alto-forno

O segundo alto-forno da ArcelorMittal Tubarão, um dos três instalados na empresa, será religado no dia 26 deste mês de julho. O equipamento, com capacidade para produção de 1,2 milhão de toneladas de ferro gusa/ano, estava paralisado desde o ano passado, quando passou por uma ampla reforma de manutenção e permaneceu parado em virtude da instabilidade nos cenários econômicos nacional e internacional.

Além dele, continua operando na usina o Alto-Forno 1, que tem capacidade produtiva de 3,5 milhões de toneladas/ano. Já o terceiro equipamento foi desligado em abril deste ano e permanecerá fora de operação, aguardando eventuais mudanças no cenário econômico e na demanda de aço no Brasil e no mundo.

Profissionais de unidades de outros países do Grupo ArcelorMittal estão auxiliando no processo de religamento. A volta do Alto-Forno 2 será para atender principalmente ao mercado externo, cujos clientes começam a retomar gradualmente o consumo, e para garantir a otimização operacional da planta.

Assim como tem feito em toda a sua operacionalização desde o início da pandemia do Novo Coronavírus, o processo de religamento do Alto-Forno 2 da ArcelorMittal Tubarão está seguindo rigorosamente todas as orientações e protocolos recomendados pelas autoridades da área de saúde para controle da disseminação da Covid-19 entre seus empregados e terceiros. Isso inclui, entre outras ações, distância de segurança em todas as salas de controle, com marcação no solo para sinalizar; distanciamento seguro nos ambientes coletivos, incluindo os refeitórios e veículos, reforço nas ações de higienização dos espaços internos e desinfecção de ferramentas de uso coletivo utilizando lâmpadas de UV-C.

Além disso, a empresa continua com a implantação do teletrabalho para as funções administrativas, distribuição de máscaras de tecido para usar no transporte coletivo e dentro da usina, medição da temperatura de todos que acessam à empresa, disponibilização de atendimento psicossocial extensivo aos familiares e intensificação das campanhas orientativas (mais de 200 peças publicitárias e 20 vídeos informativos).

0 Comments
Share
e-possivel-ter-motivacao-durante-a-pandemia

Artigo por Debora Guerra

Diante de uma pandemia e do isolamento social, pessoas com rotinas agitadas foram de repente obrigadas a desacelerar. Ganharam mais tempo com a família, aumentaram os afazeres de casa, tiveram seus exercícios físicos limitados, pais viraram professores de seus filhos e o home office virou uma realidade. Mas, diante desse cenário, existe a preocupação sobre como se manter motivado para continuar gerando resultados efetivos, sejam profissionais ou pessoais.

Se pensarmos que para tudo que realizamos há um motivo que gera uma ação, então estamos falando de motivação, ou seja, atos que geram resultados. E porque, mais do que nunca, é tão importante se manter motivado? Porque isso não só contribui para o aumento do bem-estar, sentimentos de prazer e satisfação, como colabora a tornar a nova rotina mais agradável e até mais leve, nos fazendo apreciar momentos nunca antes vivenciados.

Não se culpe, é extremamente normal se sentir desmotivado em meio a uma calamidade pública, afinal estamos vivendo uma crise que impacta nosso dia a dia. É notório que essa mudança de vida está gerando estresse, desânimo e falta de energia nas pessoas, prejudicando a capacidade de pensar e agir e consequentemente impedindo a motivação.

Para quem está trabalhando em casa, se sentir motivado parece ser ainda mais difícil, pois vai além de lidar com as variáveis de demanda, conexão de internet, e atendimento ao cliente. Solucionar um problema fica ainda pior quando há interrupções da família, dos pets, recebimento de entregas, e tudo mais que atrapalha a concentração. A questão é como se manter motivado assim? Fácil não é, mas você pode tentar com algumas dicas.

Primeiramente estabeleça e organize uma rotina, criando um planejamento que ajudará a tornar seu dia de trabalho mais produtivo. Reserve tempo para as coisas que gosta de fazer, como atividades físicas ou meditação, separe um horário para as tarefas de casa, se for necessário. Essas medidas auxiliarão no controle da ansiedade, permitirão aproveitar o tempo com mais qualidade e consequentemente os resultados irão te motivar.

Tenha um espaço limpo e organizado para o seu home office, o mais longe possível de distrações. Procure envolver a família na sua rotina, isso fará com que eles entendam que certo período do dia será necessário você precisará estar sozinho, com isso você terá mais motivação para ser mais produtivo em um curto período de tempo.

É certo que as pessoas possuem ritmos diferentes, e, com a limitação de tempo e espaço, é preciso se reinventar. Por isso, elabore um cronograma de metas semanais, próximas de sua realidade, para serem alcançadas. Esse exercício te motivará a manter a mente focada e ativa.

Mas antes de tudo, acredite em você e em sua capacidade. Não esqueça de que ter sonhos te impulsiona a alcançar seus objetivos e te mantem motivado. Aprenda com seus erros, reflita, comemore suas conquistas e seja otimista. Todas essas atitudes, alinhadas à sua realidade, vão te auxiliar no que diz respeito à motivação.

Debora Guerra é empresária e professional coach formada pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC)

0 Comments
Share
canal-de-comunicacao-pb

A terapeuta capilar naturalista Paula Breder – sempre antenada – acaba de criar mais um canal de comunicação para os seus clientes, agora ela tem disponível o Telegram. “Foi mais uma forma de estar à disposição para os meus clientes e ter uma equipe ao meu lado que oferece todo o suporte para as clientes e também minhas credenciadas”, conta Paula. “Sempre estive conectada pelos minhas mídias sociais, site, e acho muito importante esse tratamento atual pois vivemos com a tecnologia ao nosso lado e devemos usufruir do que ela nos proporciona e das facilidades que representam para nosso público”, completa a terapeuta.

Paula criou um link onde é possível acessar o Telegram, seu suporte de vendas, canal pelo whatsapp e visualizar os produtos para venda em seu site, basta clicar no link https://linktr.ee/paulabrederoficial

Paula Breder

Terapeuta Capilar Naturalista, Paula Breder é criadora da filosofia e dos produtos que levam seu nome. Mentora do primeiro espaço naturalista do Estado, mulher, negra, Paula alisava seu cabelo – como a maioria das mulheres negras faziam – com todas as opções do mercado, quando após 25 anos, resolveu conhecer a verdadeira textura do seu cabelo. Assim, depois de muito estudo, tornou-se autodidata em fitoterapia e criou produtos de beleza para os cabelos, como shampoos, máscaras capilares, gel, soro capilar, higienizante, entre outros. Com este trabalho, ela começou a influenciar outras mulheres através da sua própria postura. Hoje comanda a Paula Breder Fitocosméticos do Brasil e sua filosofia está espalhada em todo o Brasil e possui dois espaços na Grande Vitória, um em Vitória e outro em Vila Velha.

Saiba mais:

www.paulabreder.com.br

www.lojapaulabreder.com.br

0 Comments
Share
artigo-o-destino-tragico-das-verdades-absolutas-no-mundo-dos-negocios

A pandemia da COVID-19 está impactando a economia em todo o mundo. E, é diante deste contexto, que Arthur Galvão, mentor em Marketing de Percepção, orienta os empresários a questionarem as “verdades absolutas” do mundo dos negócios para venderem mais e melhor, mesmo no cenário do crise. É tempo de reinventar!

Por Arthur Galvão, mentor em Marketing de Percepção

Desde cedo nos ensinam e fazem acreditar em certas verdades como “só não erra quem não faz”; “o cliente tem sempre razão?”; “melhor um pássaro na mão do que dois voando”. É um trágico destino quando uma verdade dessas se tornar uma verdade absoluta para alguém. Por isso, eu insisto tanto com a comunidade de empreendedores da qual faço parte para que não façam o que eu estou dizendo, mas façam a partir do que estou dizendo. Quando uma verdade torna-se absoluta, corremos o risco de nos tornarmos meros operários da nossa própria construção humana.

É importante estarmos conscientes das nossas convicções, mas quando essas convicções tornam-se pontos de vista inflexíveis e absolutos, as mesmas verdades se transformam em nossos oponentes mais astutos. É uma dessas verdades que eu quero explorar aqui com você: o cliente compra porque tem uma necessidade ou um desejo.

Mesmo na pandemia, o cliente tem sim uma necessidade ou um desejo, mas ele não compra por isso. Ele se interessa pelo produto ou serviço porque a necessidade e o desejo são filtros que canalizam a atenção, mas existe uma força a mais por trás disso que é um sentimento de insatisfação inadiável disparado por uma determinada história que ele está rodando em sua mente.

Então, é com a história que está projetando a insatisfação do cliente que as empresas devem se comprometer em conectar primeiro, não apenas com a necessidade ou desejo que estão sendo disparados por isso. É assim, cuidando do efeito e não da causa, que muitas empresas estão perdendo vendas e, muitas vezes até desistindo por sentirem-se perdidas com um bom produto em mãos, um trabalho honesto, muita vontade de atender e uma coleção de clientes que declaram que querem ou precisam, mas nunca compram.

Muitas empresas não estão conscientes disso porque a jornada do cliente costuma acontecer de trás para frente. Ele tende a começar relatando as camadas mais superficiais e, à medida em que vai sendo conduzido, começa a revelar seus bastidores.

O cliente dizer ‘’eu quero’’ ou ‘’eu preciso’’ não é suficiente para mover uma venda. É um primeiro passo, é importante, mas é insuficiente. Está sob nossa responsabilidade, como empreendedores, cuidar da condução da jornada do cliente, da coleta de indicadores e do suporte para suas tomadas de decisão. O cliente é especialista no problema, nós somos especialistas na solução. Se o cliente não for guiado em direção à sua insatisfação inadiável, pode ir parar no labirinto das objeções.

Neste momento de pandemia, em que muitos negócios estão sendo afetados, é fundamental não perder tempo e energia no seu dia a dia de vendas, dedique-se a medir o grau de insatisfação inadiável do seu cliente. Não se deixe entreter somente por suas necessidades e desejos.

0 Comments
Share
carnaval-de-vitoria-2021-lancamento-samba-enredo-da-andarai

Por conta da atual situação e da importância do isolamento social, algumas agremiações capixabas já programam o lançamento de seus sambas enredos em ‘lives’ que serão transmitidas ao vivo para a comunidade e os amantes do samba.
No dia 05 de julho, a partir das 12h30min a Escola de Samba Andaraí realiza sua live “Andaraí Em Casa” em seu canal no Youtube, o Andaraí TV.
“Este dia será marcado não só pelo lançamento do nosso samba enredo para o Carnaval de Vitória 2021, mas também por muita ajuda e cuidado com o próximo, pois nossa live será solidária e terá o objetivo de arrecadar alimentos e materiais de limpeza para quem está passando por dificuldades, principalmente, nesse cenário”, afirma o presidente da Escola de Samba, Thiago Bandeira Silva.
Para o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (LIESGE), Edvaldo Teixeira, “a tendência é que outras escolas também apresentem seu samba assim, como já foi feito pela MUG”, afirma Teixeira. “Não podemos parar, estamos trabalhando firmes para a realização do Carnaval de Vitória de 2021”, completa.
Para a live da Andaraí basta se inscrever no canal e participar pelo link https://bit.ly/2MsLGi6

0 Comments
Share
moda-capixaba-eu-apoio-eu-compro-eu-uso

 

Campanha incentiva consumo local

Diante da pandemia do Covid-19, e com o fechamento total do comércio durante quase dois meses, o setor do vestuário capixaba sofreu fortes impactos nas vendas. De acordo com pesquisa realizada pela Premium Opinião Pública com 50 empresas locais no mês de maio, 96% tiveram redução nas vendas, sendo que 20% zeraram as vendas, e outros 54% tiveram uma redução de 61% ou mais nas vendas. Entre as demissões, 60% das empresas já o fizeram.

Em virtude deste cenário, a Câmara do Vestuário criou uma campanha para incentivar as marcas locais e o consumidor a valorizar o vestuário capixaba: “Moda Capixaba: Eu apoio. Eu compro. Eu uso.”

A indústria têxtil sempre foi representativa na economia capixaba. A Câmara do Vestuário da Findes congrega seis sindicatos empresariais do Estado do Espírito Santo, que representam 1000 empresas, que de forma direta e indireta empregam cerca de 30 mil profissionais, com impacto em mais de cem mil capixabas.

“O setor do vestuário abrange todo o Estado e com esta campanha queremos fazer um conjunto de ações que potencialize a indústria da moda criativa, que envolve não só o lojista, mas toda uma cadeia produtiva, desde a costureira, o estilista, a estamparia, o design, vendedor, oferecendo mais inclusão social”,  afirma o Presidente da Câmara do Vestuário, José Carlos Bergamin.

O movimento visa atingir 200 lojas que serão adesivadas com a marca da campanha que conta com as cores da bandeira do Espírito Santo, além de camisas que serão distribuídas para os lojistas, a fim de incentivar o consumo de produtos da indústria capixaba.  “Precisamos sensibilizar o consumidor quanto à importância de não só andar na moda e sim, ajudar uma cadeia produtiva que envolve milhares de pessoas que trabalham no setor”, explica Bergamin.

Ainda, segundo a pesquisa, a expectativa de faturamento para o 2º trimestre e semestre de 2020, comparado a 2019, é de redução para 92% e 90%, respectivamente. A redução no 2º semestre será maior ou igual a 61% para 83,7% das empresas. “Essa expectativa está alinhada com o fechamento de empresas do setor, uma vez que 64,6% acreditam que pelo menos 21% das empresas fecharão”, pontua.

Sendo assim, a campanha “Moda Capixaba. Eu apoio. Eu compro. Eu uso” não tem prazo para terminar. “A ideia é que a ação dure o ano todo, com motes nas datas comemorativas como Dia dos Namorados, que já está bem próximo, Dia dos Pais, Dia das Crianças, até o Natal auxiliando cada vez mais o setor que teve uma redução drástica por conta da pandemia”, completa o presidente da Câmara do Vestuário. Quem quiser aderir à campanha, só entrar em contato pelas mídias sociais ou pelo e-mail:  modacapixaba@premium.srv.br

 

https://www.facebook.com/Moda-Capixaba-103215474759005/

https://www.instagram.com/euapoioamodacapixaba/

 

 

Realização Câmara do Vestuário e Findes; Um Projeto: Premium Opinião Pública

0 Comments
Share
setor-moveleiro-se-adapta-a-venda-pela-internet

Muitos comércios tem se adaptado as vendas online. Mas, um setor, em especial, sofre com algumas dificuldades para se ajustar a este novo formato devido ao comportamento do consumidor. No segmento de móveis, o empresário Joanir Smarçaroda Móveis Conquista, explica que os clientes tem uma característica específica, de preferir visualizar o produto de perto, tocando nas peças e conferindo todo o design do produto.    

“Não temos ainda uma estimativa exata do setor. Mas, no nosso caso, podemos perceber que houve um aumento nas compras pelo site da loja de cerca de 20%. Isso contraria a queda em torno de 75 a 80% das vendas físicas. Então, devido a esta característica do nosso público, mesmo com a nossa plataforma online bem preparada, optamos por fazer agendamentos para atendimentos na loja com dia e horário marcado, obedecendo todas as orientações para a saúde e segurança de todos: funcionários e clientes. Com isso, conseguimos elevar a porcentagem de venda para cerca de 30%, reunindo os dois formatos de atendimento”, destaca. 

Mesmo com um grande impacto no setor, o empresário segue otimista e confiante de que a situação deve se resolver e o comércio se recuperar. “Claro que estamos tendo prejuízos com a paralização das atividades. Mas, acreditamos muito numa recuperação rápida, quando houver a reabertura e, possível, normalização dos negócios, pois a nossa empresa trabalha muito com pé no chão, de forma sólidaNinguém está tão preparado assim, para algo que parou o país e o mundo, mas temos que voltar a investir. Estamos com a empresa sólida e um estoque pronto. Então, a gente deve sentir menos”, afirma. 

O momento também pede a união entre todos e a marca capixaba, com 39 anos de mercado, está confiante na recuperação do setor e, também, de que tudo isso irá passar. “Hoje, nós temos muito estoque pronto para atender as vendas e contamos também com uma equipe preparada. Estamos orgulhosos com todo empenho e dedicação dos nossos profissionais, que têm se empenhado para manter a produtividade, mesmo em meio as dificuldades deste período. Acho que ainda este ano voltamos a trabalhar normalmente”, acredita. 

Empregos 

Com cerca de 260 funcionários atualmente, o Grupo Conquista – que conta com quatro lojas nos estados do Espírito Santo e da Bahia, além de um Centro de Distribuição e uma fábrica da marca – não promoveu demissões neste período. “Na nossa empresa nós estamos praticamente zero de desemprego, mas no setor, em geral, já acredito aí em 20 à 25% de desemprego, que é muito grande”, diz.  

O formato adotado pelo empresário teve a adesão da equipe para tentar garantir a execução dos serviços para manter as vendas online. “Logo no início do fechamento do comércio, demos férias coletivas, tanto nas nossas lojas, quanto fábrica. Depois disso, a gente retomou o trabalho com a loja fechada e uma produção menor. Agora, a turma está mais envolvida na organização dos produtos e a equipe de loja voltada para o atendimento aos clientes no formato online e presencialmente com dia e horário agendados, conclui.  

0 Comments
Share
ervas-naturais-lanca-produto-para-ajudar-no-combate-ao-coronavirus

A Ervas Naturais lançou um produto para ajudar no combate ao Coronavírus: o Totem Gel. A marca de cosméticos capilares que passou a fabricar álcool em gel para atender demanda dos capixabas, agora inova novamente ao desenvolver um recipiente de álcool que pode ser acionado com o pé, evitando assim a contaminação das mãos.

A novidade é uma medida de proteção para evitar o contágio do vírus e bactérias. O funcionamento é simples, basta acionar o pedal na parte inferior do totem com o pé, que o álcool em gel é aplicado diretamente nas mãos.

Ideal para comércios, clínicas, igrejas, indústrias e todo tipo de estabelecimento. O totem é fácil de instalar e manusear. Pode ser personalizado. Mais informações: (27) 99698-4684.

 

0 Comments
Share
criar-comunicacao-integrada-adere-a-acao-de-apoio-a-utilizacao-de-mascaras
A Criar Comunicação aderiu a uma ação que está rolando nas redes sociais, em que diversas marcas criaram um selo em apoio à utilização de máscaras e ao cumprimento das medidas preventivas no combate a Covid-19. Na ideia, as logos foram atualizadas como se estivessem vestindo máscaras. Iniciada pelo Itaú Unibanco, a ação também ganhou a adesão de marcas como Carrefour, 99, Drogaria São Paulo, Tembici, Abrasce, e Renner, entre outras.
“O uso de máscaras é obrigatório no Espírito Santo e nós incentivamos todos a usar o acessório no combate ao Coronavírus para que em breve tudo volte ao normal”, afirma uma das diretoras da empresa de comunicação, Denise Póvoa. Veja em @/criarcomunicacao/.
0 Comments
Share
1236