Monthly Archives:outubro 2018

mudanca-comportamental

Todos os grandes homens e mulheres que alcançaram grandes sucessos na vida por muitas vezes fracassaram antes do seu apogeu. Não é a queda que define seu futuro, mas sim o tempo de resposta para se levantar. Quem está disposto a realizar uma mudança comportamental está mais propício a ter sucesso em suas vendas.

Os profissionais de vendas estão passando por uma revolução em sua mudança comportamental. Nas minhas palestras tenho falado exatamente sobre essa mudança do comportamento humano e na desconstrução do perfil tradicional do profissional de vendas.

Tudo está ligado a uma mudança de mindset, nosso modelo mental, nossa mentalidade.

Mudança comportamental em mentalidade fixa e progressivas

mudança comportamentalOs profissionais de mentalidade fixa acreditam que nasceram com uma cota de inteligência que não irá mudar e errar para elas é algo insuportável e tendem a evitar desafios e experiências novas com o medo de parecerem menos inteligentes.

Os de mentalidade progressista acreditam que sua inteligência melhora cada vez mais e que o caminho do sucesso está no seu trabalho intenso e no seu esforço contínuo

Na pratica, os profissionais de mentalidade fixa costumam ter prazo de validade, ficam pelo caminho, por serem autoritários e mais preocupados com o “eu”. Os de mentalidade progressista tendem a se desafiar e entendem à importância do “nós” no processo de crescimento. Ninguém evolui sozinho.

Em uma negociação um “não” para os de mentalidade fixa pode parecer perseguição, falta de entendimento, pouca visão do seu negócio ou produto, mas por parte do outro. Já para os de mentalidade progressista o mesmo “não” vira uma oportunidade de aprendizado de como melhorar sua abordagem e seu entendimento do outro passa a ter mais significância em uma próxima oportunidade.

mudança comportamentalEntão mais uma vez reforço que vender não é uma ação isolada e difícil de se desempenhar. Somente o quanto você está disposto a conquistar algo e a enfrentar os desafios de uma negociação. Não é a técnica, mas seu comportamento que vai definir seu sucesso.

Errar ou acertar fazem parte de um processo de evolução contínua. As técnicas de vendas vão te dar argumentos, mas você precisa praticar uma mudança comportamental, mudar seu estado mental para evoluir. Mas poucos estão dispostos a se adaptar a uma realidade que a princípio pode parecer desconfortável, só por ser nova ou fora da sua zona de conforto.


Floriano SchneiderFloriano Scheider

  • MBA em Gestão de Vendas
  • Especialista no Processo de Vendas
  • Empresário, empreendedor,
  • Consultor e bussines coach em Processos de vendas.

www.dmdesenvolvendopessoas.com.br

https://www.instagram.com/floriano_schneider/

https://www.facebook.com/floriano.schneider.3

0 Comments
Share
futuro-do-mercado-imobiliario

Finalizadas as eleições no país nos voltamos agora para a análise do mercado no Governo do Presidente Jair Bolsonaro e o futuro do mercado imobiliário.

Passamos a maior crise política e econômica já vivida no Brasil e com ingredientes que a tornaram ainda pior aqui no nosso estado. A crise hídrica, somada, a greve da Polícia, a tragédia de Mariana e por fim a greve dos caminhoneiros aumentaram ainda mais o que estava ruim.

O mercado nestes últimos anos foi diminuindo os estoques e se ajustou a procura. Hoje com equilíbrio da oferta e procura os números não são ainda bons se comparados com o início da crise.

Olhando para frente vejo um futuro do mercado imobiliário bastante promissor, mas onde para se tornar duradouro temos que fazer as reformas da Política, da Previdência, Tributária, entre outras.

Com este cenário da pra afirmar que nos preparemos para uma arrancada rumo ao desenvolvimento econômico vigoroso.

Novos projetos voltaram e é preciso estarmos preparados. A qualificação dos nossos profissionais será prioridade para atendermos a esse novo momento que espero seja duradouro.


 

Ary Bastos

  • Presidente do Sindimóveis-ES
  • Conselheiro Efetivo do CRECI-ES
  • Vice Presidente da FENACI
  • Presidente do Conselho Estadual do Trabalho e Subsecretário do Trabalho do estado.

 

Veja mais artigos de Ary Bastos

0 Comments
Share
pair

PAIR significa –  Perda Auditiva Induzida por Ruído Ocupacional – a qual uma vez instalada, não possui tratamento para cura, por isso devemos podemos estar atentos as atitudes preventivas. Conheça um pouco melhor sobre a PAIR neste artigo.

O que é PAIR?

É a diminuição gradual da acuidade auditiva a qual é decorrente principalmente da exposição contínua a elevados  níveis de pressão sonora em ambientes de trabalho, mas não só, essa também pode provir de produtos químicos: metais (arsênio, chumbo, cobalto, manganês e mercúrio), gases asfixiantes (cianeto, nitrato de butila e monóxido de carbono) e solventes orgânicos (tuleno, xileno,estireno, dissulfeto de carbono, tricloroetileno, n-hexano e butanol).

Segundo o Boletim da FUNDACENTRO desde 2007 a 2012 foram notificados 1.872 casos de PAIR no Brasil sendo que a região sudeste concentrou o maior número com 64,9%. “A falta de registro dos casos contribui para que essa doença permaneça invisível e sem a devida prioridade nos programas de prevenção ou de promoção á saúde”.

O que pode agravar o risco da PAIR para os trabalhadores é quando a média da exposição está acima de 85 dB (A) em 08h de trabalho, sendo que a exposição contínua é o pior caso. Além do tempo de exposição, existem outros fatores que podem influenciar a PAIR, como a característica do ruído, as condições de trabalho e saúde, a susceptibilidade individual e exposições simultâneas de produtos químicos e vibrações.

A PAIR pode ser encontrada principalmente em ramos como: têxtil, siderurgia, metalurgia, papel, vidraria entre outros.

Quais são as prevenções contra a PAIR?

A PAIR não tem cura, porém é importante lembrar que a perda auditiva não provoca incapacidade e mas sim limitações. Para prevenção, as empresas devem adotar o PPRA (Prevenção de Riscos Ambientais), o PCA (Programa de Conservação Auditiva) e o PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional).

Como dito anteriormente, deve-se estar também atento a duração que o trabalhador esta exposto aos agentes causados, podendo adotar pausas, mudanças de funções, redução de jornada de trabalho.

pairDeve-se lembrar também de usar o EPI adequado para proteção individual da audição e neste quesito deve-se ter em conta também o grau de conforto, a facilidade de manuseio, manutenção e uso do equipamento, a capacidade e por fim a vida útil do produto.

Por último e não menos importante, pratique a conscientização em sua empresa. Promova ações que crie um senso de prevenção, invista tempo e recursos para capacitar seus colaboradores!

Fonte: INBEP http://blog.inbep.com.br/o-que-e-pair-e-como-prevenir/ .


perda auditivaQuer mais informações?
Entre em contato com:
(27) 3022-1777
Av. Dante Michelini, N 1377, Loja 06 Ed. Charmonix,
Jardim da Penha –  Vitória – ES
0 Comments
Share
alimentacao-e-cancer

Alimentação e câncer! Será que tem alguma relação doutora? ????Tem! Um dos caminhos para prevenir a doença é uma alimentação equilibrada e saudável.

Hoje trouxe pra vocês alguns alimentos que ajudam a combater o câncer, são alimentos específicos que possuem nutrientes diretamente associados não só à prevenção do câncer, mas no combate da doença mesmo depois do diagnóstico.

Alimentação e Câncer: Alimentos que devem ser consumidos

alimentação e CâncerCrucíferas (brócolis, agrião, couve-flor, couve manteiga, repolho, nabo): por conter o indol-3-carbinol , um fitonutriente que possui diversas propriedades, das quais, as principais são: agir como agente antitumoral, anti-inflamatório, antineoplásica e antioxidante;

 

alimentação e CâncerFrutas Vermelhas: que contém os carotenoides, presentes em quase todos os legumes e frutas amarelos, laranjas e vermelhos, pesquisas mostram que esses nutrientes ajudam na prevenção do câncer;

 

alimentação e Câncer

Alho: rico em propriedades que ajudam o corpo a combater diversos tipos de doenças, com efeitos antibacterianos, antifúngicos e anti-inflamatórios. Além de vitamina C e selênio, o alho possui manganês e vitamina B6, que têm efeito antioxidante.

 

 

Vale lembrar que o ideal é o consumo de frutas, verduras e legumes que não recebam agrotóxicos, ou seja, orgânicos. ????


Veja mais artigos interessantes já escritos neste site e curta nossa página no facebook. Temos também alguns vídeos sobre diversos outros assuntos no youtube.

Câncer de mamaDra Keila Motta

Médica pós graduada em Endocrinologia, Medicina Ortomolecular e Ciência da Longevidade Humana.

Victoria Medicina e Diagnóstico
Rua Carlos Martins, 586
Jardim Camburi / Vitória
(27) 3061-4791/ 3061-4797  //  (27) 99619-9884

Acompanhe em nossas mídias sociais:

 

0 Comments
Share
castracao-de-cachorro

A castração de um cachorro, apesar de algumas pessoas discordem da medida, pode ser um benefício para o animal. Porém, a esta decisão deve ser bem analisada e ser adotada com auxílio de um veterinário, pois existem vantagens e desavantagens para ser consideradas antes de tomar uma decisão.

Vantagens da castração de cachorro

Controle do número de cachorros

Nos centros urbanos existe uma grande quantidade de cães, muitos deles vivendo em péssimas condições nas vias públicas. Outros passam grande parte de sua vida em abrigos, procurando um lar.

A castração resolveria este problema,  aplicado a animais nesta situação.

Prevenção de várias doenças

A remoção dos testículos dos machos ajudam a evitar o câncer de próstata. Problemas na bexiga são evitados com a castração de cachorro, como a micção.

Doenças no útero e complicações do sangramento ocorridas no cio, são evitados nas fêmeas. Pesquisas apontam diminuição das chances de contrair câncer de mama em animais castrados.

Alterações no temperamento

castração de cachorroDevido a castração de cachorro, eles produzem menos testosterona. Com isso, pode começar a melhorar sua agressividade perante outros machos. Sua conduta sexual como se agarrar em pernas e braços das pessoas, diminui. Assim como também diminui a necessidade de marcar território.

Por outro lado, alguns comportamentos não são alterados como ansiedade de separação, hiperatividade, emocional ou má educação. As fêmeas são poucos afetadas neste ponto.

As desvantagens da castração de cachorro

Propensão a outros tipos de câncer

O animal pode ficar propenso a outras doenças, apesar de por outro lado ficarem prevenidos. Outros tipos de câncer possui chances de surgirem, como o Osteossarcoma (câncer que atinge os ossos) e o hemangiossarcoma (câncer que atinge os vasos sanguíneos).

Em castração de cachorro com até 5 meses de vida, pode aparecer algumas enfermidades como a displasia de quadril e a ruptura do ligamento cruzado cranial. O hipertireoidismo (funcionamento excessivo da tieroide), pode ocorrer em função da mudança hormonal e causa taquicardia, aumento do volume da tireoide e emagrecimento.

A obesidade pode também ser uma consequência da castração de cachorro, pois seu apetite aumenta após a cirurgia.

Aumento do Crescimento

Os cachorros podem crescer além do normal caso a castração seja feita antes do final do período de seu crescimento.

Veja abaixo uma estimativa de quanto os cachorros param de crescer:

  • Pequeno porte (abaixo de 10 kg):  até os 10 meses;
  • Médio porte (de 11 a 25 kg):  até 12 meses;
  • Grande porte (26 a 44 kg):  até 15 meses;
  • Porte gigante (acima de 45 kg):  crescem aproximadamente de 18 a 24 meses.

Complicações durante a operação

A aplicação da anestesia geral acarreta na implicação de alguns riscos. Quanto mais velho for o animal,  maior a possibilidade de ocorrer problemas durante a circurgia de castração de cachorro.

Porém, com os modernos equipamentos e o avanço da medicina, a probabilidade de complicações é bastante pequena. Procure uma clínica de confiança, com profissionais capacitados.


Clique aqui e veja mais artigos sobre pets

0 Comments
Share
dividas-bancarias

Encontrei na página do Serasa este verdadeiro manual sobre como negociar dívidas bancárias, principalmente sem sair de casa.

O Serasa Limpa Nome já contribuiu para que mais de 3 milhões de dívidas fossem negociadas pela internet. Se você tem dívidas com bancos e deseja negociar suas dívidas bancárias sem sair de casa, acesse e confira o passo a passo para quitar débitos online.

Cada banco tem as próprias regras e ofertas de negociação com os consumidores. Por isso, as propostas podem mudar conforme a empresa. O Serasa Limpa Nome facilita a negociação ao aproximar consumidor e credor, mas não interfere no acordo entre os dois.

O site trabalha com a negociação de bancos parceiros: Santander, Itaú e Bradesco. Entenda os procedimento de cada um deles.

Negociar dívidas Santander

Banco Santander

Confira o passo a passo para pagar dívidas do Santander no Serasa Limpa Nome:

  1. Acesse o site do Limpa Nome Online
  2. Veja as suas dívidas e clique em “VER OFERTA”
  3. Avalie os detalhes de cada contrato (valor original, juros, multa, acréscimo por atraso, valor atualizado e vencimento) e clique em “SIMULE AGORA”
  4. Escolha entre as opções: à vista ou parcelado

Se você escolher à vista, clique em “GERAR NEGOCIAÇÃO”;

Se você escolher parcelado, selecione a quantidade de parcelas e a data do vencimento. Em seguida, clique em “GERAR NEGOCIAÇÃO”

  1. Confirme a negociação e clique em “GERAR BOLETO”

Após esse processo, o boleto será gerado em um prazo de 72 horas. Você receberá um e-mail e um SMS informando que o boleto está disponível.

Negociar dívidas Itaú

Dívidas Bancárias

Para pagar dívidas do Itaú no Serasa Limpa Nome, o processo é bem parecido com o do Santander. Mas, neste caso, não é necessário esperar para visualizar o boleto. Basta:

  1. Acessar o Limpa Nome Online;
  2. Coloque seu CPF no campo “Negocie suas dívidas”;
  3. Entre em seu cadastro e seus débitos com o banco irão aparecer para você negociar;

Na página seguinte, você poderá ver o boleto com condições especiais de pagamento. Também serão informados o site e o telefone de contato do Itaú, caso você queira fazer outra negociação.

Negociar dívidas Bradesco

Dívidas Bancárias

Para negociar com o Bradesco no Limpa Nome Online, o procedimento é parecido com o do Itaú. Mas, o boleto não é gerado em nosso site.

  1. Acessar o Limpa Nome Online;
  2. Coloque seu CPF no campo “Negocie suas dívidas”;
  3. Entre em seu cadastro e seus débitos com o banco irão aparecer para você negociar;
  4. Ao clicar na oferta, você terá um redirecionamento para o site do Bradesco;
  5. Você terá um número, onde pode afirmar que acessou o site do Limpa Nome e negociar com o valor da oferta.

 

Dívidas Bancárias de outros bancos, como faço?

Caso o banco não faça negociação pelo site, você pode consultar qual o valor das suas dívidas bancárias pelo site do Serasa Consumidor e ir diretamente ao banco. É importante que você analise sua situação financeira e sabia bem quanto tem disponível para quitar a pendência, assim, quando estiver para negociar sua dívida bancária, você pode informar suas condições e encontrar a melhor proposta.

Prazo para limpar o nome

Após o pagamento do boleto, o banco tem 5 dias úteis para retirar seu nome do banco de dados da Serasa. O prazo começa a contar a partir do pagamento da dívida.

O período para a baixa só pode ser maior se o pagamento for feito com cheque, boleto ou outra maneira que depende de confirmação. A empresa também precisa entregar ao cliente um recibo ou comprovante de que a dívida bancária está quitada.

Agora que você já sabe como negociar suas dívidas com bancos, basta acessar o Serasa Limpa Nome.

Se gostou do texto, confira os demais, aqui você aprende como lidar com sua vida financeira de forma prática.

Fonte: Serasa Ensina

 

Veja aqui mais artigos do Cliente Brasil


Hugo Gaspar

Advogado no escritório João Alexandre de Vasconcellos Advogados Associados, especialista em Relações de Consumo e Direito bancário.

Colaborador do site: clientebrasil.com.br

hugogaspar@javadvogados.com

0 Comments
Share
negociacao-de-dividas

Ao longo de quase três décadas de experiência em Negociação de Dívidas bancárias, posso afirmar categoricamente que falta um diálogo mais eficaz e desarmado entre credor (Banco) e devedor (Cliente), para se chegar a uma solução viável e factível entre as partes.

Partimos da premissa que o credor quer receber e o devedor quer pagar, todavia, essa relação sofre interferências de toda ordem.

Credor x Devedor

Características em geral do devedor: a falta de habilidade e conhecimento negocial, a sua hipossuficiência em relação ao credor, seu estado emocional, a sua inércia quanto ao enfrentamento do problema, etc.

Pelo credor, observa-se como característica central: a apatia quanto à inadimplência, a sensação de que é somente “mais um caso”, e por vezes o interlocutor do credor está envolvido pessoalmente e emocionalmente, pois foi ele quem concedeu o crédito e se sente “traído” pelo cliente.

Possibilidades de Negociação

Negociação de DívidaMuitos bancos disponibilizam canais virtuais para viabilizar a negociação de dívidas, porém, esse procedimento é mais recomendável aos casos de pequena monta, de menor complexidade, sendo imprescindível uma negociação de forma pessoal para os casos mais complexos e de valores representativos.

Assim, muitos dos casos que poderiam ser resolvidos por via extrajudicial (negocial) chegam aos Tribunais, onerando as partes, e assolando, ainda mais, o nosso sistema judicial, fazendo com que essa relação, agora mais deteriorada, se perpetue sem data para acabar.

Procure uma assistência de especialista na Negociação de Dívidas

Negociação de DívidaTodavia, qualquer que seja a via escolhida para se buscar a solução da inadimplência, é importante e fundamental a assistência de um advogado expert na área, para garantir um eventual acordo mais equilibrado e racional, protegendo a parte mais frágil nessa relação, o Devedor.

Nas próximas semanas tentarei trazer algumas dicas úteis aqui para os que se interessam sobre o tema.

Abraço!

Veja aqui mais artigos do Cliente Brasil


Hugo Gaspar

Advogado no escritório João Alexandre de Vasconcellos Advogados Associados, especialista em Relações de Consumo e Direito bancário.

Colaborador do site: clientebrasil.com.br

hugogaspar@javadvogados.com

0 Comments
Share
valorizacao-de-imoveis

Colocar preço no mercado imobiliário é um grande desafio. Existem vários fatores, além dos mais óbvios, que podem interferir na valorização de imóveis e geralmente são percebidas por profissionais da área.

O ramo imobiliário é setor muito valorizado. Compreender um pouco sobre os fatores que fazem que o imóvel se valorize é importante na hora de vender, comprar e alugar.

Veja abaixo alguns fatores importantes na valorização de imóveis:

1. Localização

A localização é um dos principais fatores que compõe a valorização de imóveis. Um mesmo imóvel com características semelhantes (metragem, estrutura, acabamento), possui preço bastante diferente de acordo com o bairro e rua.

Locais considerados “nobres”, potencial da área, crescimento da região,  possuem uma procura maior, consequentemente, um maior valor.

2. Estrutura

Depois do fator localização, a estrutura do local onde está localizado é um outro dos aspecto que faz diferença na valorização de imóveis. A presença de estabelecimentos comerciais como restaurantes, shoppings, academias de ginástica, praças, padarias, bancos, colégios, entre outros que facilitam o dia a dia de moradores, tornam o imóvel um pouco mais valorizado.

3. Acessibilidade

Facilidade de acesso dos moradores aos serviços públicos de transporte é outro fator que deve ser considerado na valorização dos imóveis.

Morar em local que tenha vias largas, principalmente ter proximidade a serviços de transporte como ônibus, metro, táxi, interfere na precificação do imóvel.

4. Segurança

valorização de imóveisNinguém quer morar em local com alta taxa de criminalidade. Um local com índices baixos de furtos, assaltos, sequestros e outros crimes, são bem valorizados, ainda mais se contam com aparatos de segurança como portaria 24 horas, câmeras de monitoramento, controle de entrada e saída, cercas elétricas, entre outros.

5. Condições do imóvel

O bom estado de conservação deve ser levado em conta na valorização dos imóveis. Em propriedades mais antigas, este fator deve ser levando mais em conta.

A qualidade acabamento e materiais utilizados na construção são também fundamentais, pois proporcionam uma maior durabilidade e menos dor de cabeça para os proprietários.

6. Possibilidade de mudanças

A possibilidade de realizar reformas, adequações e pequenas alterações, devem ser considerados, pois pessoas são diferentes uma das outras e sempre desejam um toque de personalidade no local que moram.

Quanto mais for possível realizar tais fatos acima, mais desejável é o imóvel.

7. Vizinhança

Morar em um local tranquilo e pacato é o sonho da maioria das pessoas. Ter uma vizinhança com estas características valoriza bem o seu imóvel. Ela é parte integrante de uma propriedade e dever ser bem considerada.

Considere vizinhança os moradores e pessoas que costumam frequentar as proximidades do imóvel. São elas que o proprietário vai conviver no seu dia a dia.

8. Tecnologia

Serviços e produtos que facilitam a vida dos moradores como portão eletrônico, elevadores, circuitos internos de televisão, automação residencial, são itens que proporcionam o aumento do valor do imóvel.

Os imoveis mais novos ja costumam vir equipados ou preparados para recebem os itens citados acima.

Enfim, são esses os principais fatores que influenciam na valorização de imóveis.

Caso tenha alguma dúvida, fico à disposição de esclarece-las e ajuda-lo de alguma forma.


 Gustavo Paura

Carioca, Economista, corretor de imóveis desde 1992 e sócio Diretor da Lopes Imobiliária, em Vila Velha-ES.

https://www.facebook.com/gustavo.paura.7

https://www.instagram.com/gupaura/

(27) 99242-3203

0 Comments
Share
indenizacao-a-idosa-por-espera-em-banco

O Juizado Especial Cível de Aracruz condenou uma instituição bancária do municipio de Aracruz (Espirito Santo) a indenizar em R$ 1 mil uma consumidora idosa de 76 anos que esperou por duas horas para ser atendida em uma agência. De acordo com a ação, a autora chegou ao banco às 11h35min, sendo o atendimento realizado apenas às 13h30min.

A Instituição Bancária não nega os fatos narrados e provados pela autora idosa, no entanto, alega que a mesma poderia ter utilizado os caixas eletrônicos que possuem capacidade de efetuar o depósito de até R$ 5 mil, tendo em vista que a Autora depositou a quantia de R$ 131.

idosaO magistrado, embora entendendo que de fato a sua cliente idosa poderia utilizar o caixa eletrônico, destacou que tem que se considerar que se trata de uma senhora de 76 anos, e que nem sempre existe um funcionário disponível para auxiliar as pessoas nessas operações.

Segundo o juiz que analisou ocaso, a lei municipal nº 2851/05 de Aracruz, estipula como razoável o tempo de espera de atendimento de até vinte minutos em dias normais e até trinta minutos em vésperas ou após feriados prolongados.

“Assim, se a lei municipal não serve como fonte legal da indenização, serve sem dúvida alguma como parâmetro de razoabilidade para o que se considere um tempo tolerável, sendo que no caso concreto constata-se que foi muito superior ao tolerável, gerando, assim, o direito de reparação do dano causado”, destacou o magistrado, julgando parcialmente procedente o pedido de indenização por danos morais e condenando a instituição ao pagamento da indenização de R$ 1 mil.

Processo nº: 5001330-03.2018.8.08.0006

Vitória, 23 de outubro de 2018.

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Maira Ferreira | mpferreira@tjes.jus.br

Andréa Resende
Assessora de Comunicação do TJES

imprensa@tjes.jus.br
www.tjes.jus.br

Fonte : TJ ES outubro 2018


Veja aqui mais artigos do Cliente Brasil


 

Hugo Gaspar

Advogado no escritório João Alexandre de Vasconcellos Advogados Associados, especialista em Relações de Consumo e Direito bancário.

Colaborador do site: clientebrasil.com.br

hugogaspar@javadvogados.com

0 Comments
Share