Monthly Archives:setembro 2018

qual-idade-para-fazer-sobrancelhas

As adolescentes estão cada vez mais vaidosas, principalmente por causa das mudanças corporais e aumento de seus hormônios. Nesta fase, o destaque para seu olhar é uma das suas principais vaidades.

Suas sobrancelhas começam a incomodar e grande parte das meninas começam a fazer pedido a suas mães para deixarem faze-las. Esse pedido é praticamente negado e como resultado, começam a faze-las por conta própria ocasionando alguns problemas.

O correto é o serviço ser feitos por profissionais capacitados, inicialmente a partir dos 14 anos, acompanhada com os pais ou responsáveis. Algumas empresas especializadas atendem pré-adolescentes a partir de 10 anos de idade (acompanhadas com responsável), como no caso da Estética Duarte, localizada no Shopping da Praia, Praia do Canto (Vitoria/ES).

Nesta ocasião, deve ser feito uma avaliação pela profissional responsável, a qual realizará o design com opção de  aplicação de gel tonalizante, desde que autorizado pelos responsáveis.

A escolha do local ideal para realização do serviço deve ser feita com muito cuidado, pois estão localizadas em uma região bastante sensível e pode causar problemas sérios com aplicações de produtos ou materiais incorretos. Procure um local conhecido, com profissionais capacitados e com boa referência.

O grande destaque entre essas empresas bastante confiáveis é a Estética Duarte,empresa situada na Praia do Canto (Vitória/ES) que presta diversos serviços de estética e beleza.

Clique aqui e veja aqui algumas ofertas com desconto exclusivo da Estética Duarte.


Veja mais matérias interessantes sobre sobrancelhas, clicando aqui.

0 Comments
Share
saude-do-instetino

Mas doutora, o que é que tem a ver a saúde do intestino com as minhas emoções?

O primeiro ponto que precisamos entender bem é que o cérebro tem efeito direto sobre o estômago e esta ligação pode acontecer nos dois sentidos, então um estômago “perturbado” pode enviar sinais para o cérebro, tal como o cérebro “perturbado” pode enviar sinais para o intestino.

A partir disso temos como resultado a ansiedade, estresse ou até mesmo a depressão. Esses fatores podem afetar o movimento e as contracções do trato gastrointestinal, causando inflamação ou torná-lo mais susceptível à infecção.

Conexão com o cérebro na Saúde do Intestino

saúde do intestinoUm intestino perturbado, pode influenciar na saúde emocional, pois tudo o que acontece nele reflete no cérebro.

Além de buscarmos por uma alimentação saudável, se aumentarmos a quantidade de bactérias boas em nosso sistema digestivo, consequentemente melhoramos a saúde do cérebro.

Portanto, devemos comer mais fibras prebióticas e alimentos com amido resistente (como biomassa de banana verde). Além disso, consumir probióticos de qualidade e alimentos fermentados com certa regularidade.

Substituição Inteligente de Alimentos

Para melhorar sua alimentação e consequentemente a saúde do intestino, principalmente sua saúde emocional, listo abaixo algumas substituições que você poderá fazer de forma bem inteligente em sua alimentação do dia a dia.

  • Ao invés de Achocolatatos, troque por Cacau em pó
  • Ao invés de alimientos Embutidos, troque por Carnes Magras
  • Ao invés de usar Tempero Industrializado nos alimentos, troque por Tempero Natural

saúde do intestino

Veja mais artigos interessantes já escritos neste site e curta nossa página no facebook. Temos também alguns vídeos sobre diversos outros assuntos no youtube.


Dra Keila MottaDra Keila Motta

Médica pós graduada em Endocrinologia, Medicina Ortomolecular e Ciência da Longevidade Humana.

Victoria Medicina e Diagnóstico
Rua Carlos Martins, 586
Jardim Camburi / Vitória
(27) 3061-4791/ 3061-4797  //  (27) 99619-9884

Acompanhe em nossas mídias sociais:

0 Comments
Share
vendedor-ideal

O que você vai ler agora vai mudar sua percepção de modelo de vendedor ideal.

Não é de hoje que defendo a tese que vender é o fruto de quanto você despende energia para conseguir algo. Todos somos vendedores, sem exceção. Quão grande vendedor você é ou será está diretamente ligado ao seu desejo por alguma coisa. Então o problema não está a princípio no ato em si, mas no seu comportamento.

O maior problema é que ao longo do tempo vamos criando modelos ou perfis que julgamos os ideais para cada profissão. O vendedor ideal tem que ser aquele cara altamente comunicativo, extrovertido, envolvente e contador de piada…. Não mesmo. Já escutou aquele jargão “que o mineiro come quieto”?

A minha experiência leva a crer que esse vendedor extremamente comunicativo é o pior dos profissionais. Prolixo, enrolador, pouca capacidade de ouvir e uma enorme necessidade de impor suas ideias. Acompanhei profissionais em multinacionais com essa característica que passavam o dia indo de cliente a cliente, com uma super apresentação e com baixíssima eficácia nos fechamentos das negociações. Eu mesmo no início da carreira errei e paguei meu pedágio até aprender a deixar para trás os paradigmas da profissão. Muitas vezes eu me perguntava os motivos de não ter fechado uma negociação tendo uma apresentação tão convincente e uma fala tão eloquente. Mas em vendas entender antes de ser entendido é na minha opinião o segredo de se tornar o vendedor ideal.

Então já estamos desconstruindo a ideia que você não sabe vender. Partindo do princípio que seu modelo de vendedor está errado.

vendedor idealPodemos ser mais analistas, mais planejadores ou executores e não necessariamente comunicadores para sermos bons negociadores ou um modelo de vendedor ideal. Pense nos projetos e ideias que precisa vender todos os dias. Pense na quantidade de vezes que negocia com seus filhos ou com seus pais, com maridos e esposas. Pare para pensar naqueles momentos que você precisa negociar uma hora a mais com seu marido ou esposa para aquela última rodada de chopp com os amigos.

Existem muitas técnicas de vendas que podem te ajudar a ter argumentos mais eficazes, mas estou certo que todos somos vendedores. Todos temos a capacidade de vender alguma coisa. Você pode não ter percebido, mas é um excelente vendedor.

Então boas vendas.

Floriano Schneider

 

 

0 Comments
Share
animal-de-estimacao-na-separacao

Nas relações atuais muitos casais optam por ter animais de estimação como membros de sua família, na grande maioria os bichinhos são tratados como filhos.

Muito embora a relação a dois nasce com o objetivo de se eternizar, sabemos que, em alguns casos, com o passar do tempo e situações inesperadas, essas relações podem se romper e chegar ao fim.

Com tal acontecimento, muitos indagam sobre os cuidados com os amados animais de estimação, em razão de se desenvolver, durante a relação, um amor recíproco do casal para com o bichinho, e como dito, são considerados parte da família.

animal de estimação na separaçãoNeste momento esses casais indagam sobre: quem ficará com o bichinho no processo de separação? E a outra parte? Será impedida de visitar e conviver com o seu bichinho?

Essas questões foram enfrentadas, recentemente, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que proferiu decisão acerca da guarda compartilhada de animais de estimação (Processo nº 2052114-52.2018.8.26.0000).

 

Animal de estimação na separação são membros da família

Em virtude da semelhança com as disputas por guarda e visita de crianças e adolescentes, os animais de estimação na separação não podem mais ser definidos tão somente como “coisas” ou “objetos”, pois as relações atuais ultrapassam esse sentimento. Há de se considerar os bichinhos como membros de um núcleo familiar.

Este foi o entendimento da 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, que reconheceu que as varas de Família são de fato competentes para solucionar questões relativas à guarda e à visita de animais de estimação.

A decisão do TJ/SP foi proferida no processo que envolveu um casal que vivia em união estável e, durante o período da união adotaram um animal de estimação (um cachorro). Vindo o fim do relacionamento, a mulher ficou com a posse do bichinho, e então começou a impedir que o seu ex-companheiro convivesse com o bichinho.

Em virtude deste impedimento, a Defensoria Pública de SP, na ação de reconhecimento e dissolução da união estável, requereu também a posse compartilhada e a regulamentação de visitas em relação ao animal de estimação. O direito pretendido foi apenas atendido em segunda instância pelos desembargadores da 7ª Câmara do TJ/SP que decidiram aplicar, por analogia, o disposto no Código Civil acerca da guarda e visita de crianças e adolescentes.

Existe um projeto de lei que “dispõe sobre a guarda dos animais de estimação nos casos de dissolução litigiosa da sociedade e do vínculo conjugal entre seus possuidores, e dá outras providências”, trata-se do PL 1365/2015. Ocorre que referido projeto ainda não foi aprovado, e com a ausência da legislação é muito importante que a decisão do futuro dos bichinhos seja tomada de forma consciente.

Acordo sensato sempre é a melhor solução

Uma dica ao casal que esteja passando por tal situação é, primeiramente tenha bom senso e sensibilidade para com o outro. Aos “papais” dos bichinhos, tente um acordo para definir a moradia do animal de estimação na separação, o tempo em que passará com cada um, se haverá auxilio nas despesas provenientes de alimentação, medicamentos e necessidades diárias do bichinho.  Na hora de tomar uma decisão é importante que se tenha em mente, e como principal preocupação, o bem-estar, a vida digna e bem atendida do bichinho.

Na hipótese de não conseguir um acordo entre as partes, a solução para o caso dependerá do entendimento dos juízes, haja vista inexistir ainda legislação ao caso em questão, sendo que ao juiz caberá definir as condições da vida do animal de estimação na separação.

É sempre de bom tom lembrar que os bichinhos possuem sentimentos e carinho aos seus, e se este carinho for reciproco, a melhor atitude que se pode tomar é pensar no bem-estar dele e fazer de tudo para definir o melhor para o seu animal de estimação na separação.

Coworking em VitóriaDra Luana Oliveira Lara

  • Advogada
  • Consultoria Jurídica
  • Família e Sucessões
  • Pós-graduada em processo civil

luana@lol.adv.br
(27)99528-7567

 

0 Comments
Share
kombucha

Você já ouviu falar da Kombucha? Essa bebida de nome engraçado é também, como o Kefir, um probiótico que atua no bom funcionamento da flora intestinal, que como já falamos por aqui é essencial para todo o nosso organismo, inclusive para saúde mental.⠀

A grande questão é que probióticos em geral são encontrados no leite, o que não é o caso da kombucha, e por isso se torna indicado a pessoas que possuem intolerância à lactose, já que o seu processo de fermentação é realizado no chá, que pode ser verde, preto ou mate.

A Kombucha é rica em vitaminas C, K e do completo B, isso significa que é um poderoso antioxidante, capaz de combater os radicais livres e deixar o sistema imunológico mais forte e menos suscetível a doenças. Seus micro-organismos também ajudam a acabar com a bactéria H. pylori, que é uma das grandes causadoras da #gastrite. Portanto, seu consumo também alivia dores abdominais e possui outros benefícios como dar energia, tem propriedades antivirais e antibacterianas e ajuda na perda de peso.

Veja um resumo os principais benefícios da Kombucha

 

  • Contribuir para emagrecer porque regula o apetite e diminui a obesidade;
  • Combater a gastrite, por atuar eliminando a bactéria H. pylori, umas das grandes causas de gastrite;
  • Prevenir infecções intestinais, por combater outras bactérias e fungos que causam doenças no intestino;
  • Atuar como desintoxicante, por se ligar a moléculas tóxicas no organismo e estimular sua eliminação pela urina e pelas fezes;
  • Aliviar e prevenir problemas como gota, reumatismo, artrite e pedras no rins, por desintoxicar o organismo;
  • Melhorar o funcionamento do intestino, por equilibrar a flora intestinal ter ação laxante;
  • Equilibrar o pH do sangue o que deixa o corpo naturalmente mais forte para prevenir e curar doenças;
  • Reduzir o estresse e combater a insônia, sendo uma boa opção para períodos de maior stress ou provas;
  • Reduzir a dor de cabeça e a tendência às enxaquecas;
  • Melhorar o funcionamento do fígado, sendo uma boa opção para depois de tomar antibióticos;
  • Fortalecer o sistema imunológico, por ser rico em antioxidantes e atuar no intestino;
  • Prevenir doenças como diabetes e câncer porque melhora o funcionamento de todo corpo;
  • Normalizar a pressão arterial;
  • Diminuir os sintomas da menopausa;
  • Prevenir infecções urinárias porque é uma boa fonte de líquidos, que irá produzir mais urina.

Como fazer o Kombucha mais gostoso

Para dar um novo sabor, agregando ainda mais beneficios, o kombucha pode ser saborizado com ingredientes como gengibre, pera, uva, morango, limão, abacaxi, laranja e outras fruta. AA fermentação das frutas com o kombucha, a bebida ficará gaseificada, como um “refrigerante”.

Kombucha

Kombucha de Limão e Gengibre

Ingredientes:

  • 1,5 litro de kombucha
  • 3-5 rodelas de gengibre
  • suco de meio limão
  • garrafa pet de 1,5L de capacidade

Modo de Preparo:

  1. Colocas as rodelas de gengibre e o suco de limão em uma garrafa PET limpa.
  2. Adicionar o kombucha na garrafa, enchendo bem até ficar totalmente completa, para que não fique ar na garrafa.
  3. Tampar e deixar descansar por 3 a 7 dias,  tempo necessário para haver uma nova fermentação.

Dra Keila MottaDra Keila Motta

Médica pós graduada em Endocrinologia, Medicina Ortomolecular e Ciência da Longevidade Humana.

Victoria Medicina e Diagnóstico
Rua Carlos Martins, 586
Jardim Camburi / Vitória
(27) 3061-4791/ 3061-4797  //  (27) 99619-9884

https://www.facebook.com/dra.keilamotta/

https://www.instagram.com/dra.keilamotta/

 

0 Comments
Share
feira-acaps-panshow

De 18 a 20 de setembro, a Super Feira ACAPS PANSHOW será o endereço ideal para empresários, fornecedores e compradores dos setores de supermercados e padarias. Realizada no Carapina Centro de Eventos, a feira reúne mais de 200 expositores locais e nacionais prontos para apresentarem novidades em máquinas, produtos e serviços para o mercado capixaba. Desse total, 45 empresas participam pela primeira vez.

FEIRA ACAPS PANSHOWEm um ambiente favorável aos estreitamentos do relacionamento comercial, compradores e tomadores de decisão terão três dias de conhecimento, negócios, inovação e boas oportunidades para fechar parcerias. Com isso, estima-se a movimentação de R$ 300 milhões em negócios futuros e mais de 23 mil visitantes circulando no local.

“A Super Feira Acaps Panshow proporciona uma visão completa dos setores, sendo importante para a visibilidade das marcas, para as vendas e networking”, explica o superintendente, Hélio Schneider.

Em se tratando de transações comerciais, o evento aposta também em ações que visam aquecer ainda mais as vendas. É o caso da promoção “Acelerando Negócios”, que irá sortear um carro zero KM entre as empresas que efetivarem compras com os expositores aderentes, juntamente com as Rodadas de Negócios, que promove o encontro entre fornecedores e supermercados participantes da Super Feira.

Reunidas em um espaço especial, seis centrais de negócios supermercadistas estarão no evento com a missão de contribuir e disseminar o fortalecimento das redes de compras do estado. No local, serão incentivadas a troca de experiências, o conhecimento e as alianças estratégicas com fornecedores.

“As feiras são termômetros que movimentam a economia global. Para estimular a realização de negócios, em um cenário que atravessa vários desafios, é fundamental desenvolver medidas para incentivar as vendas durante os eventos”, afirma o presidente da Acaps, João Tarcício Falqueto.

Outro diferencial da Super Feira Acaps Panshow é em relação ao conteúdo profissionalizante. Sua programação conta com palestrantes e consultores experientes em suas áreas para debater assuntos relacionados ao setor varejista e as principais tendências globais e locais. Palestras magnas, com os renomados Giuliana Morrone, Leandro Karnal e Danielle Quintanilha; Evento Feminino com a escritora Nelma Penteado; Talk Show com a participação de chefs nacionais e um ciclo de palestras técnicas contemplam o programa do evento.

Uma das novidades desse ano é o “Concurso de Receitas Pães e Doces – Sabores Capixabas”, que acontece na Arena Panshow, do Sindipães, e tem como objetivo apresentar para o mercado as possibilidades de criações de pães e doces com ingredientes diferentes e valorizar os produtos do agronegócio capixaba em receitas criativas.

SOBRE A ACAPS PANSHOW

A Super Feira Acaps Panshow é um evento realizado pela Acaps – Associação Capixaba de Supermercados em parceria com o Sindipães – Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado do Espírito Santo.

O evento é referência para supermercadistas, panificadores, industriais, varejistas, atacadistas, distribuidores e fornecedores de produtos e serviços que buscam negócios, relacionamento e atualização profissional. Ela reúne em um único lugar os principais produtos e serviços de mais de 200 empresas e conta também com uma programação de palestras e workshops, fazendo da feira uma porta de entrada para novidades e também para a qualificação dos segmentos envolvidos.

Serviço:

Super Feira Acaps Panshow
Data: 18 a 20 de setembro de 2018, Carapina Centro de Eventos – Serra, Espírito Santo
Empresa realizadora, organização e comercialização: Acaps
Telefone: 27 3324-3599
E-mail: feira@acaps.org.br
Mais informações: www.superfeiraacaps.com.br

Imprensa:

Geandra Guerra Assessoria de Comunicação

27 99824.6981

geandraguerra@gmail.com l www.geandraguerra.com.br

0 Comments
Share
3a-etapa-vitoria-rock-festival

A 3ª etapa do Vitoria Rock Festival, que lotou o estacionamento do Shopping Vitoria no último sábado, elegeu as bandas André Prando, Quintal Selvagem e Everlong como as últimas finalistas do festival

Vitória Rock FestivalForam mais de dez horas de muito rock n’ roll, emoção, diversão. Milhares de pessoas foram conferir a 3ª etapa do Vitória Rock Festival que ferveu o estacionamento do Shopping Vitória no último sábado. 10 bandas de rock capixaba disputaram as últimas três vagas para a grande final e as selecionadas foram André Prando na categoria ‘Original Band’ e as bandas Everlong (Foo Fighters) e Quintal Selvagem (The Police) na categoria ‘King of Cover’.

 Vitória Rock FestivalEssas três bandas disputam a final no dia 01 de dezembro com as outras seis bandas selecionadas nas etapas anteriores: Like a Boss e Big Bat Blues Band na categoria ‘Original Band’ e as covers Dublin (U2), The Singles (The Beatles), Highway (Bon Jovi) e High Voltage (AC/DC), na categoria ‘King of Cover’. Na final, apenas duas bandas vencedoras, uma na categoria autoral e outra na categoria cover, ganharão cada uma, uma moto Harley-Davidson Iron 883 0km.

Vitória Rock FestivalSegundo Paul Jones, vocalista do Quintal Selvagem, foi uma grande responsabilidade tocar o repertório do The Police. “Queríamos fazer um show junto com a galera. E foi uma alegria ver que o público presente fez essa troca conosco. A energia entre banda e público nos levou para a grande final. Deixo um abraço para todas as bandas participantes, pois vi shows incríveis. É uma honra estar na grande final. Estamos muito felizes. E até dezembro”.

As lágrimas rolaram solto para o vocalista Rodrigo Carneiro da Everlong, banda cover do Foo Fighters selecionada na 3ª etapa. “Me emocionei muito com o resultado. Só nós sabemos o esforço e dedicação que foi para chegar até aqui. Foi uma emoção espontânea, de coração, estamos muito felizes. A gente sabe o quanto nós nos entregamos no palco. E nos sentimos muito honrados em participar deste festival. Chegar até esse momento foi muito importante para mim e para a banda”, conta emocionado.

Na categoria autoral ‘Original Band’, a banda André Prando foi a grande vencedora. André conta que está extremamente feliz com essa conquista e que foi muito bom ver o público fã da banda presente no show. “Nosso público acompanha nosso trabalho há anos, canta as músicas, torce por nós e troca essa energia única que quem esteve presente viu, é contagiante. O evento tem uma importância muito peculiar de misturar cenas diferentes e fazer as pessoas terem contato com coisas. Vivemos um momento muito único de música genuína em Vitória e só não vê quem não quer mesmo. Na final nós já teremos lançado meu disco novo: Voador – que com certeza vai contribuir com a vibe do show”, explica André.

Vitória Rock Festival fortalece projetos capixabas

Segundo Diego Lobato, um dos organizadores do evento através da Vitória Harley-Davidson, foi uma alegria ver a 3ª etapa do Vitória Rock Festival lotada, os capixabas curtindo. “Tenho muito orgulho de alguma forma contribuir com o movimento do Rock Capixaba, seja através de novos projetos que surjam; ou da evolução e fortalecimento dos projetos existentes. É muito bacana quando um músico leva ao palco um show bem pensado, bem planejado, com inovação e com melhorias. Isso é que engrandece a cena e o movimento. Ter começado no “quintal” da Vitoria Harley-Davidson e já atingir uma nova dimensão é de extrema satisfação”, conta Diego.

E muito além de rock n’ roll o evento é experiência desde a entrada. De acordo com Marcelo Braga, da Liga de Marketing, um dos organizadores do evento, profissional de Live Marketing, especializado em eventos e ações corporativas, “Estamos construindo um legado no cenário cultural capixaba. Através desse evento estamos promovendo e desmitificando a cultura rock n’ roll. Quem foi ao festival sentiu a energia não só das bandas, mas das famílias. Muito mais que um show de rock, o Vitória Rock Festival é um momento de lazer em família, em que você pode encontrar os amigos, as crianças podem se divertir, você escuta um bom som, come uma boa comida e toma uma boa cerveja. Ele se tornou um evento de experiência em que você é envolvido desde o início. As pessoas podem andar de moto, fazer tatuagens, tocar guitarra, e muito mais”, explica Marcelo.

Fotos: Ciro Trigo


Veja aqui sobre o evento anterior (2a Etapa do Vitória Rock Festival)

0 Comments
Share
vocacao-do-jovem

Este artigo tem como propósito dar ao leitor um olhar minucioso sobre o jovem adolescente em busca do desenvolvimento para a idade adulta e suas dúvidas sobre sua vocação e futuro profissional.

Ser adolescente significa estar em um momento de transição entre infância e vida adulta, composto por diversos impulsos físicos, mentais, emocionais, sexuais e sociais. Esta turbulência de mudanças e sensações apresenta-se composta por uma emergência social de respostas e êxitos em prol do futuro.

Qual a Ordem Cronológica do Adolescente ?

Segundo a revista online Adolescência e Saúde, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informa a ordem cronológica do adolescente entre 10 a 19 anos e a Organização das Nações Unidas (ONU) informa sendo dos 15 aos 24 anos. A revista aponta o termo jovem adulto para a faixa de 20 a 24 anos de idade. Em muitos contextos atualmente usa-se de forma englobada os termos adolescência e jovens, somando a estes termos os estudantes universitários e jovens participantes das forças armadas. Para o Ministério de Saúde do Brasil, esta faixa compreende as idades de 10 a 24 anos. O importante neste contexto está em entender o conceito de maioridade sendo analisado pelo ponto de vista legal, estabelecido aos 18 anos. Entretanto outros critérios mantêm-se flexíveis e confusos, dependendo das culturas e dos costumes de cada local.

Apontar as informações acima se faz necessário para trazer aos leitores as diversas definições e leituras sobre esta fase da vida. Entretanto é importante ressaltar o olhar no desenvolvimento cognitivo deste jovem. Como citado no artigo: As emoções do Vestibular: como gerenciá-las com sabedoria? Algumas pesquisas atuais em neurociência apontam a formação cognitiva do adolescente para além dos 25 anos no que tange a formação do córtex pré-frontal (parte cerebral responsável pelo juízo, tomada de decisão e controle de impulsos).  Esta informação somada ao olhar da sociedade sobre este jovem pode gerar situações de conflito, estresse e dúvidas, principalmente quando o assunto é futuro profissional.

Neste contexto o diálogo é muito importante. O dia a dia do consultório psicológico é frequentado por diversos jovens que fazem vestibular para uma determinada área e, após entrarem na universidade, percebem-se com dúvidas e questionamentos. Em muitos casos chegam a desistência do curso e ao retorno aos cursinhos. Este retorno aos cursinhos gera desinteresse e desmotivação para seguir em frente.

O que é vocação?

vocaçãoEm muitos contextos profissionais e sociais, o termo “Vocação” está alinhado a “Ter uma profissão que se ama!”, completada a uma crença fixa de que “amar a profissão não é para todos!”.  Qual o impacto destas interpretações? Esta leitura pode ser vista como possível? Para auxiliar no melhor entendimento faz-se necessário ampliar este conceito para além de um olhar romantizado e distanciado.  Ao buscar a definição de vocação entende-se este termo vindo do latim “Vocare”, cujo significado é “Chamar”. Logo, um “chamado” é sentido, ocorre um desejo de praticar “essa coisa”.

O convite está em dar o entendimento de que orientar vocacionalmente está em oportunizar o encontro com este “chamado”, entendendo poder ser para mais de uma profissão. Então, praticar uma profissão esta sujeita a desafios, desânimos e dúvidas pertinentes a esta jornada. Amar a profissão está em aprender a amar os desafios e ter condições de lidar com os entraves – esta realidade é possível para todos! A visão romântica e as crenças limitantes data ao termo Vocação impedem o jovem de amadurecer para poder entender este olhar, criando uma condição ilusória de sucesso voltado a  “ser feliz no trabalho para sempre!!”.

Ao olhar vocação neste contexto mais ampliado, a escolha profissional deve ser minuciosa e composta por maior consciência de si mesmo ao longo do encontro com os “chamados” sentidos durante a vida. Logo, o trabalho de levantamento vocacional passa por uma necessidade de gerar este encontro do jovem com sua essência. A bateria de testes psicológicos auxilia na interpretação destes chamados interiores.

O papel da Psicologia na orientação da vocação

vocaçãoOs jovens chegam ao consultório cheio destes supostos “chamados” (Muitas vezes são desejos externos ligados a remuneração, indicações de familiares, sugestões da mídia, entre outros).  A psicologia auxilia a lapidar qual é o perfil interno deste jovem  e assim, procura criar uma conexão destas características com estes diversos “chamados”.

Não existe mágica! Orientar quanto à vocação é dar caminhos, de acordo com o perfil apresentado nos testes psicológicos, aproximando as profissões que mais tem haver com aquele o perfil avaliado do jovem.

Uma orientação vocacional bem alinhada representa o leque de diálogo e abertura para com este jovem, oportunizando um espaço seguro e aberto para o mesmo obter um maior encontro consigo mesmo. Assim ocorrem maiores possibilidades de conexão e satisfação com a escolha profissional assumida.

Outro fator importante trabalhado em consultório está no cuidado de lidar com as expectativas familiares sobre as escolhas dos filhos. A psicologia atua durante a orientação vocacional nestes cenários de pressão externa, alinhando diálogo entre pais e filhos. O cuidado com estes pais e suas expectativas pode auxiliar e minimizar os impactos estressantes nos jovens e ampliar o encontro da família com sua essência, colocando a todos nos seus devidos caminhos.

O artigo ajudou? Você tem alguma necessidade de esclarecer algo?

Fique a vontade para me contatar – (27) 98128-7052

emoções do vestibular

Patrícia Soares Salomon 

Psicóloga e Hipnoterapeuta Ericksoniana
Vitória: Edidicio Escort: Av. Des. Santos Neves, 389 – Praia do Canto, Vitória – ES, 29055-721
Vila velha: Ed Nilton de Barros, Av. Champagnat, 583 – Praia da Costa, Vila Velha – ES, 29101-390
Tel: 27 98128-7052
Instagram: @patriciassalomon
Facebook: https://www.facebook.com/patricia.salomon.9655

 

 

0 Comments
Share
pensamento-transversal

Professor mais premiado da história da FGV traz metodologia baseada em neurociência para inovação na prática.

pensamento transversalNos dias 28 e 29 de setembro Vitória receberá o seminário TNT-The New Thinker – que traz com exclusividade o Pensamento Transversal, uma metodologia de inovação que promete levar as pessoas a pensarem não apenas fora da caixa, mas de jogarem a caixa fora! A metodologia é baseada em neurociência e mostra às pessoas o quanto a gente se prende a métodos tradicionais de pensar e o quanto a inovação depende de uma preparação específica. O professor Luciano Salamacha, eleito sete vezes consecutivas o melhor professor da área de Estratégia da Fundação Getúlio Vargas, ensina como as pessoas e as equipes podem se preparar para este salto na carreira e na vida. O treinamento é extremamente prático com aplicação simples no cotidiano. É sob medida para colocar equipes e profissionais em outro nível de pensamento e promover as transformações em seus projetos pessoais ou profissionais. “Entender o conceito é fundamental, mas colocá-lo em prática pode ser a diferença entre sobreviver e crescer exponencialmente, por isso a importância do treinamento”, diz o professor Salamacha. “Tenho auxiliado muitas empresas a dar guinadas na maneira que a equipe vinha encarando o negócio.”

A aplicação do método serve para todos os departamentos, não só para quem precisa vender ou criar. As atividades meio também são muito beneficiadas, já que financeiro, RH, jurídico, produção, compras ou departamentos técnicos precisam melhorar a performance a partir de novos comportamentos.  “Definitivamente é possível mudar a maneira de pensar de qualquer profissional.”

O Pensamento Transversal vem sendo aplicado pelo professor Luciano Salamacha em multinacionais, start ups e em pequenos ou grandes negócios familiares.  O método é uma evolução do Pensamento Lateral, do psicólogo inglês Edward de Bono, e propõe cinco princípios e quatro passos simples para alcançar um resultado surpreendente em qualquer projeto pessoal ou profissional. A proposta básica é sair do campo das ideias comuns, aquele caminho naturalmente trilhado por 99% das pessoas. Para isso é preciso construir um processo de ruptura com o senso comum e aprender a pensar. “Pensamos intuitivamente e quase nunca nos preocupamos em pensar melhor. Assim como podemos correr melhor ou escrever melhor a partir de técnicas ensinadas por profissionais de cada área, também podemos pensar melhor, de maneira estratégica, criativa e inovadora”, afirma Salamacha.

O método de Pensamento Transversal se contrapõe ao pensamento vertical, aquele linear ao qual nos acostumamos no dia a dia. No Pensamento Transversal a busca é por alternativas aos “padrões de pensamentos”, às soluções já testadas e reconhecidas, ao sistema binário de certo ou errado. Para que surja algo realmente novo é necessário, segundo o autor, abrir mão de estar sempre certo. Aliás, os erros são trampolim para se chegar a uma alternativa inusitada, surpreendentemente criativa.  A metodologia pode ser aplicada a qualquer situação em que se busque um ganho, uma resolução ou uma perspectiva revigorada.

Luciano Salamacha - Pensamento Transversal“Transversalizar um problema é encontrar um ponto de ruptura, é criar um movimento prático radical que aplaca uma dor de uma forma jamais vista.” (Luciano Salamacha)

Uma ideia é só uma ideia.  Imagine quantas possibilidades existem em torno de um problema! Por isso é preciso reestruturar o que já existe para olhar pontos não percebidos.


Resumo da metodologia “Pensamento Transversal”

Comece com a aplicação de cinco princípios:

  • Não perca energia discutindo o que já aconteceu
  • Não lute contra uma tendência inevitável
  • Não sofra por antecedência
  • Mantenha seu foco em transformar problemas na busca de resultados
  • Compreenda que as prioridades não são estáticas

 Os 4 passos simples para a construção de um solução inovadora

Passo 1

Qual é o problema?

Esta definição é fundamental para atingir o objetivo. Muitas vezes focamos no problema errado.

Passo 2

Identificar raciocínio lógico vigente

  • Que caminhos as pessoas que lidam com este problema comumente seguem?
  • Que resultado a outra parte espera? / Que resultado a outra parte acha que eu espero?

Passo 3

Avalie as alternativas e questione:

O que pode surpreender a outra parte?

  • Que vantagens não percebemos na lógica comum?

Passo 4

Avalie os impactos internos

  • O que terei que mudar em meu comportamento?

Clique aqui para mais informações sobre o seminário “TNT-The New Thinker”, que vai ensinar a aplicação prática do Pensamento Transversal.

0 Comments
Share
12